top of page

Pentiment e a culpa eterna do artista – Crítica

Atualizado: 26 de out. de 2023

Penitência, um castigo ou salvação imposta àqueles que acreditam na expiação do pecado pelo sofrimento e pela dor da carne, como se seu lamento o livrasse do mal em corpo e alma. Penitência, a forma do cristão entregar seu corpo à santíssima trindade, tal qual Jesus e tantos outros mártires fizeram ao longo dos anos, como os Santos, que se sacrificaram em nome de sua fé e se livraram de qualquer peso, culpa ou dor mundana.

Mas o quão cruel é não conseguir ser um mártir? Nessa busca interminável pela dor para aliviar a culpa, a penitência é sacra, um dolorido louvor compulsivo que emula o sacrifício do corpo - como fez Jesus -, porém quase de forma fetichista. Aliás, essa autodestruição sagrada é mais comum que o esperado no comportamento humano, mesmo fora da igreja: com artistas, por exemplo, é quase religioso.

"Sorte deles que morreram acreditando terem mudado o mundo, azar o nosso que continuou nele, sofrendo as devidas consequências"- Pentiment.

Muitos artistas têm sua arte como lástima, devoram suas obras como um lobo devora um porco espinho. Mutilam-se. Lamentam-se. Vivem um ciclo considerado virtuoso por muitos. Esse vício, talvez herdado da influência cristã na arte, deu vida a grandes artistas e obras, e dentre elas está uma que eu amo, "A Incredulidade de São Tomé", por Caravaggio, um artista que, pelas suas obras, vivia em constante penitência.

"A Incredulidade de São Tomé" - Caravaggio

Nessa obra, vemos ele (um suposto autorretrato, como ele costumava fazer) tocando na ferida de Jesus. Quase que surpreso, enquanto Deus, com um olhar piedoso, deixa Caravaggio magoar sua ferida em nome de sua fé. Como se precisasse tocar para crer, e ao tocar, ferisse a Deus, e portanto, a si mesmo. Apesar de não ser cristão, eu tenho um apreço por expressões de fé e eu amo como em Caravaggio, toda sua dúvida (e penitencia por conta dessa dúvida) transborda em arte. Caravaggio viveu e morreu se mutilando, talvez fisicamente, mas pelo menos em parte de sua arte.

"Davi com a Cabeça de Golias" - Caravaggio

Mas e para você? Quantas vezes foi o penitente; e como penitente, foi também teu confessor? E quantas vezes, encontrou uma fé, mesmo fora da igreja? Se convenceu de que merecia todo tipo de tormenta por conta dessa contrição. Quase de forma fetichista, assumiu o papel do réu, júri e juiz? Pentiment vai falar de fé, mas também vai falar dessa peleja interna em que vivemos ao longo da vida. Entre nossas diversas facetas, humores e contradições. Pentiment é um retrato que vai contar em seu macro como a história é contada, muitas vezes pela arte, e como isso reflete na vida e nas dores das pessoas a sua volta. Por outro lado, é esse olhar íntimo e pessoal na vida de um protagonista esplêndido que consegue, com tão excelente uso do feitio de jogos, expressar uma jornada pessoal na vida de um artista. Nos conflitos externos e internos. Na disparidade entre amor a arte, amor a pessoas e amor próprio. Também, na busca artística quase sagrada da alto penitencia para aliviar a dor do fardo da culpa de pecados ainda não cometidos.

É interessante como tematicamente esse jogo é altamente conciso. Desde as escolhas artísticas, à escrita às mecânicas e à excelente narrativa. Até o próprio nome, "Pentiment", pode ser relacionado diretamente com essa culpa cristã que discutimos aqui, mas também, "Pentimento", do Italiano, pode remeter a um deslocamento de elementos ao longo do tempo (na arte final) muitas vezes resquícios de outras versões são evidentes em quadros, quase como fantasmas na obra. Esse jogo tem tudo a ver com isso.

Pentiment definitivamente não é uma obra Caravaggista, mas retrata de forma excelente artistas como Caravaggio. Imagino se o processo criativo foi semelhante, se Josh Sawyer queria mesmo tanto dizer isso, se ele também sofre da culpa eterna do artista. Não vou saber e mesmo se ele me dissesse, não seria pertinente, afinal, a obra por si só expressa de forma magnifica dentro de suas fronteiras. É um jogo é excelente e recomendo qualquer artista jogar.

Editado por Maya Souza

117 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page