top of page

Raccoo Venture: O jogo indie brasileiro inspirado nos clássicos do Nintendo 64 — Entrevista

Foto de Diego Ras, criador e idealizador do jogo Raccoo Venture
Foto: Diego Ras

Raccoo Venture é um jogo independente nacional, lançado no último dia 13 de dezembro, e está disponível no Nintendo Switch, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e Steam. O jogo de plataforma 3D bebe direto da fonte do Nintendo 64 em sua identidade visual e em gameplay, trazendo as cores fortes daquela época, linhas mais retas e personagens cheios de carisma e personalidade.


A fim conhecer melhor o nascimento, o processo de criação de Raccoo Venture e como ele chegou à todos nas plataformas atuais, tivemos uma conversa com o paulista Diego Ras, criador e idealizador de todo o projeto, que nos forneceu uma entrevista extremamente carismática e cheia de inspiração para novos desenvolvedores. Boa leitura!


A primeira pergunta que não quer calar. Você fez o jogo todo praticamente sozinho?


Sim! Fiz toda a parte de game design, programação, modelagem 3D e animações. Única parte que não fiz foi a trilha sonora que ficou por conta do compositor Lukan Peixe.


E quanto tempo foi necessário para o desenvolvimento do jogo?


Foram aproximadamente 5 anos. Comecei a trabalhar neste projeto em 2018 e o jogo foi lançando em sua versão final em dezembro de 2023.


Imagem do jogo Raccoo Venture com os personagens em um acampamento
Reprodução: raccooventure.com

Quando e como surgiu a oportunidade de levar Raccoo Venture para as plataformas atuais?


No início do desenvolvimento, em meados de 2018, postei um vídeo de gameplay bem cru em um grupo de gamedev no Facebook, que teve uma certa repercussão positiva. Foi através deste vídeo que o Cabral, da QUByte, conheceu o projeto e se interessou em levá-lo para os consoles. Como o projeto ainda estava em um estágio muito inicial, acabei declinando o convite, porém continuamos em contato. Mais tarde, em 2021, com o projeto mais sólido, procurei novamente o Cabral para retomarmos a conversa e enfim fecharmos a parceria para levar Raccoo Venture para todos os consoles.


O jogo é distribuído pela Humble Games, certo? Como se deu essa parceria?


Conheci a loja Humble através de indicação de outros amigos desenvolvedores que tiveram boa experiência de vendas na plataforma. Então resolvi aplicar o jogo para ser vendido na loja também, eles aprovaram o jogo e desde então está disponível através da plataforma Humble.


Raccoo é cheio de cores e linhas retas, o que lembra muito a "Era de Ouro" da Rare no Nintendo 64, com Banjo e Conker. Quais foram as suas inspirações para criação de mundo no jogo?


As maiores inspirações vêm exatamente dessa época, os jogos que eu gostava de jogar em meu Nintendo 64 como  Banjo  & Kazooie, Mario 64, Zelda Ocarina of Time, etc., mas também acabei me inspirando e pegando muitas referências em títulos mais novos, como Mario 3D World, Yooka & Laylee, Spyro Reignited entre outros. A ideia era criar um mundo que misturasse um pouco daquela essência lúdica, muito marcante nos jogos dos anos 90, mas com uma modesta pitada de modernidade e alguns detalhes a mais.


Imagem do jogo Raccoo Venture com o personagem principal segurando um controle de Nintendo sessenta e quatro
Reprodução: raccooventure.com

Porque um raccoon*? De onde veio esse raccoon? Porque não uma capivara, por exemplo?


*Nota do editor: guaxinim, traduzido do inglês.


(Risos) Quando eu comecei o projeto tinha mente que o personagem principal deveria ser um bichinho fofo, um mascote. Então comecei a pesquisar alguns animais mais "exóticos". Foi quando me deparei com o guaxinim e achei que seria interessante ter um como protagonista, pois além de eles terem essas marcas muito características na face que lembram uma máscara, encontrei poucas obras que traziam guaxinins como heróis principais. O desenho de sua pelagem era interessante para criar um personagem marcante e a personalidade mais agitada que podemos encontrar em vários vídeos na internet casava bem com a energia e velocidade que eu gostaria que o jogo transmitisse.


Como Raccoo Venture se tornou um jogo de plataforma 3D? qual foi o processo de escolha do gênero, das mecânicas, do núcleo do jogo?


Como eu sempre fui muito fã de plataformas 3D essa seria uma escolha mais confortável para que eu trabalhasse, pois dessa forma eu teria um pouco mais de conhecimento e referências. Mas, no início do projeto, Raccoo era um jogo mobile, num estilo meio "Olimpíadas do Faustão" (essa referência é só para os 35+), onde até 4 jogadores poderiam disputar em uma arena para descobrir quem seria o vencedor, mas logo decidi que seria uma melhor opção trabalhar com a plataforma de computadores em modelo single player. Foi então que retrabalhei a ideia do projeto, aproveitando algumas mecânicas, para transformá-lo em um collect-a-thon e plataforma 3D.


Imagem do jogo Raccoo Venture, com o personagem sobre plataformas em um rio de lava
Reprodução: raccooventure.com

Existem planos para o retorno do Raccoo em um Raccoo Venture 2, ou você está desenvolvendo outro título? Quais são seus projetos para o futuro?


Por hora ainda não tenho planos para uma sequência. É um fato que depende muito de como será a aceitação do jogo pela comunidade de jogadores. No momento estou acompanhando as análises dos veículos de notícias, coletando feedback dos jogadores, fazendo correções e melhorias na qualidade de vida do jogador, para que Raccoo Venture se torne de fato um bom produto. Depois veremos o que está por vir, se caberá uma sequência, um jogo em outro estilo porém no mesmo universo ou algo completamente novo.


Com base na sua experiência pessoal, o que você recomenda e pode dividir com quem está começando agora na área de desenvolvimento de jogos?


O desenvolvimento de jogos é uma área incrível de se trabalhar. Mas como qualquer outro trabalho é cansativo e tem seus dias de luta (risos). Desenvolver um jogo não é uma tarefa fácil, porém não é impossível. Hoje temos muitas ferramentas que ajudam desenvolvedores solo e pequenas equipes em seus projetos. Mas é uma área que exige bastante conhecimento técnico sobre vários assuntos, então é indispensável que se tenha muito interesse em pesquisar e aprender coisas novas. Para aqueles que tem o desejo de trabalhar com jogos, minha dica é que se dediquem e coloquem a mão na massa, criem projetos pequenos para aprender a gerenciar seu tempo e conhecer melhor suas limitações, pois também ajudará a entender quais áreas dentro do desenvolvimento de jogos você se sente melhor e tem mais afinidade para trabalhar. Procure terminar seus projetos para entender todas as etapas que envolvem a finalização de um jogo completo. Isso lhe dará uma melhor visão, ajudará a entender o processo como um todo e trará maior experiência dentro da área.


Imagem do jogo Raccoo Venture com o personagem andando sobre plataformas invisíveis
Reprodução: raccooventure.com

Agradecemos imensamente ao Diego Ras pela entrevista! Raccoo Venture está disponível em todas as plataformas digitais, e você pode acessar o site do jogo para saber mais sobre o projeto ou através das redes sociais do Raccoo e do Diego.



Não esquece de conferir o trailer!





Texto editado e revisado por Gabriel Morais de Oliveira (@GabrielHyliano).




Siga-nos no Twitter: @GameDesignHub


E que tal entrar no nosso grupo do Discord? Lá temos vários eventos, materiais de estudo e uma comunidade incrível esperando por você. É só clicar aqui!

47 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page